31 de março de 2012

Contagem Regressiva: 10 e A Usurpadora!!!


Meus pés usurpadores!
Pois é, cada vez mais a gravidez vai avançando e eu aqui tendo que ser criativa, tanto com roupas e calçados. Agora meu vício é calçar as sandálias do meu marido. E sabe como ele fica? Fica descalço oras. hehehe
Eu já estou com saudades das minhas sandálias número 34/35 de salto alto. Minha sogra me deu 1 blusa (essa da foto) nova. Me senti tão bem em não ter algo apertando minha barriga. E hoje de manhã, ela apareceu com duas batas lindas que ela tinha costurado para mim (ela é costureira. Ela ajudou a fazer meu vestido de noiva e ela faz a maioria dos meus vestidos). Ela já tinha me prometido há muito tempo atrás, mas só agora que a minha situação ficou crítica que ela fez. Eu amei!
Bem, eu confesso que apesar de estar na 30ª semana, eu não senti nenhuma mudança aparente. Acho que as mudanças agora são mais com o Pedro do que comigo. A barriga continua a crescer cada vez mais e eu já estou desajeitada, derrubando tudo pela frente com a barriga (eu não tenho senso de direção ou espaço! hehehe). As cãimbras continuam, Viramos até amigas! E as mãos e pés ficam dormentes super rápido! O que será que vai aparecer mais hein?
Eu continuo com a fome de leão. Como de tudo, mas o que eu mais gosto de comer são verduras, legumes e saladas. Por isso que não pareço gorda!
Essa semana (quarta-feira) fui surpreendida com fortes dores que me impediram de ir à faculdade. Mas não fui ao médico. Não era aquela dor que você sente no útero, mas sim aquela dor que dá dos lados. Começou com uma simples dor de um lado das minhas costelas, depois foi para o outro lado (sempre piorando), depois foi toda para as costas. Fiquei atenta a alguns sinais como sangramento ou perda de líquido e nada. Tudo normal!
Fui para "casa" e fiquei descansando no sofá assistindo à novela e fui melhorando. Minha sogra começou a fazer pastel (a dieta foi pro brejo) para comermos e eu fui lá ajudar com um pouco de dor ainda, mas nada que assustasse. Ao final da noite, já estava ótima sem dor alguma.
Mas no outro dia...... Acordei parecendo que tinha levado uma surra de tão dolorida que estava nas costas e na barriga.
Mas o Pedro está aqui ótimo, mexendo sem parar. Em todo o momento, ele nunca parou de mexer. E não é difícil percebê-lo porque o espaço aqui dentro tá cada dia mais mínimo!
Eu cheguei a conclusão que talvez ele tenha, finalmente, virado, mudado de posição. Não sei! Da ultima vez dei esse palpite e quando fui fazer a ultra, o danadinho estava lá sentadinho!
Ontem começou as minhas provas da faculdade e essa semana vai ser corrida demais. Talvez eu não apareça com tanta frequência. Será que eu consigo?
Eu nunca fui de pegar em livros para estudar (nunca consegui estudar sozinha) e esse semestre estou sendo "obrigada" a fazer isso. Senão vou ter minhas provas de exames finais na maternidade. Então é melhor fazer um esforcinho agora né?
Só vou adiantando que a prova de ontem foi horroroooooosaaaaa! Fiquei com vergonha de mim mesma por não lembrar a resposta de algumas perguntas! - Posso pôr a culpa na falta de memória que a gravidez traz? - Acho que não cola mais, não é?
Bem, se lembrar de mais alguma coisa, volto aqui. Segue algumas fotinhas que eu tirei sozinha com o meu celular. 
Beijao e Bom final de semana para todas nós!
Faltam 10 Semanas!!!


29 de março de 2012

Ela disse Adeus...

Pois é, hoje às 09h20 da manhã, eu tentei vestir a única calça jeans que ainda entrava nesse corpo roliço grávido!



Meu companheiro de número 36 já não entra mais!!! Tentei, encolhi a barriga e o zipper nem sequer saiu do lugar. Triste né?
Agora as leggings são as minhas companheiras. E ontem foi o meu primeiro dia com elas no frio. Já viu que as minhas pernocas sofreram horrores com o vento gelado, né?

Agora, um minuto de silêncio por favor!

 

27 de março de 2012

Eu vos Apresento o...

ABALFACE!

Qualquer semelhança com alimentos vivos ou mortos terá sido mera coincidência! hehehe

Pois é, a maternidade nos faz vestir roupas da qual nem lembrávamos que tínhamos. E essa foi a minha saga de domingo: caçar algum vestido que entrasse em mim e encontrei esse que eu ganhei há uns três anos atrás. Me senti um abacate misturado com alface: um Abalface! 
Nem liguem para a minha cara de quem acabou de acordar, porque eu tinha acabado de acordar e me arrumado para irmos à igreja. E sim, eu tenho tido coragem de domar arrumar o meu cabelo e me maquiar também. O que me motivou? Eu vi uma foto de uma conhecida em uma rede social, ela tem um filho e ela não se arruma, não se preocupa em emagrecer. E eu não quero ser desse jeito. (Que fique claro que ela não se esforça para ficar bonita).
Meu marido falou que todo homem se sente enganado quando se casa com alguém assim. Que parece que só porque casou não precisa se arrumar mais. Eu ainda não sei como terei forças, ânimo para me arrumar depois que o bebê nascer, mas o que vai me motivar é que EU NÃO QUERO QUE MEU MARIDO SE SINTA ENGANADO.
E já faz duas semanas que eu me arrumo melhor. Arrumo o cabelo e me pinto toda para ir a igreja com ele. E mesmo sem coragem, lá estou eu em pleno sábado a noite tentando domar a fera do meu cabelo. Eu me sinto bem melhor e acho que estou fazendo as pazes com o espelho!

Bem, sobre a não-vinda da minha mãe quando o Pedro nascer. Eu não tenho uma família grande. E para falar a verdade, os que eu tenho nem faz falta. Meus pais são separados. Então eu só considero familia mesmo, minha mãe e minha irmã. E elas são muito ligadas uma a outra. E eu estava meio que preocupada em separar as duas. Minha irmã não poderia vir junto porque ela trabalha. E minha mãe é quem faz tudo dentro de casa: lava, arruma, faz comida. Tudo mesmo.
Minha mãe tinha até comentado que ela precisou passar uns dois dias (não lembro direito) fora de casa e deixou minha irmã sozinha. Vocês acreditam que ela não teve coragem nem de cozinhar!?! E eu sei como é duro chegar em casa e não encontrar um rosto conhecido dando as "boas-vindas". A princípio minha mãe falou que poderia passar somente 2 meses, depois houve um problema de família e ela poderia passar somente 1 mês. E aquilo estava me preocupando por dentro e eu resolvi dizer que eu entendia tudo e que ela não precisava mais vir me ajudar e que minha irmã precisa mais dela do que eu. Minha sogra já está ciente de que ela vai ter que me ajudar. E ela nem quer mais que eu volte para a minha casa antes do bebê nascer, mas isso não faz parte dos nossos planos. Assim que o Pedro nascer, voltarei para a casa dos meus sogros até eu conseguir tomar conta sozinha dele. 
Vai ser difícil? Com certeza! Mas eu sou forte, eu vou aprender e o Senhor vai abençoar a minha família pela minha obediência e perseverança.
Mas eu não estou triste gente! Me sinto como se tivesse cumprido um dever. E como eu disse antes, eu também estava preocupada com a minha irmã. É melhor deixar as duas juntas. E se tudo der certo, viajarei com o Pedro para visitá-las. 

Ontem nós tivemos consulta do pré-natal! Genteee! Já não aguento mais ir para essas consultas. Sério! Sempre a mesma coisa. E eu sempre detestei ir em médico, as consultas do pré-natal é uma tortura. Faz nem 2 meses que fiz exame de urina, sangue e vou ter que refazer tudo de novo. Já estamos no terceiro trimestre e esses exames são necessários. Mas que é um saco é!
Lembram que eu falei que na última ultra foi diagnosticado um mioma dentro do meu útero? Pois é, a médica viu e falou que não há motivos para me preocupar e que é normal aparecer, mas que vamos fazer um acompanhamento da evolução por ultra-som e ela já solicitou mais um para a próxima consulta. E vou poder ver o Pedro de novo (Apesar que eu acho a ultra super sem graça, porque dependendo do lugar que você faz só fica aquele borrão preto e branco. Coitado do meu marido, foi com tanta sede ao pote na última ultra que não conseguiu ver quase nada! hehehe - quem sabe na próxima ele consegue ver melhor, não é) [Sou ogra mesmo! Não vou falar o que eu não sinto!]
Ah! Sobre os inchaços! É óbvio pelos exames que estou eliminando a tal proteína da albumina através da urina e eu não vou comer mais ovo ( não foi a médica que falou, sou eu. Que fique bem claro), ela falou que por enquanto não poderemos fazer nada para eliminar o inchaço, até porque o ovo tinha amenizado, mas não tinha feito sumir por completo e eu ainda pareço um elefante no final do dia.
Engordei mais dois quilos desde a última consulta e no total já são 12kg ganhos na gravidez, mas vai saber o que é do inchaço e o que é da gravidez mesmo não é?
A minha casa está quase pronta!!!! Acho que semana que vem estarei de volta arrumando meu cantinho! E já vou começar a comprar as coisas do Pedro. Mal posso ver a hora de começar tudo. 
Vou deixar para comprar por último as roupinhas, o berço e o carrinho.
Então, alguém me dá uma luz sobre o que comprar? Eu sei que vou ter que comprar termômetro, banheira, vou comprar aquele famoso balde (já falei pro marido que não desisto do balde hehehe), xampoo, condicionador (mas e se ele nascer careca? Devo comprar esses dois mesmo? hehehe), lenços umedecidos, fraldas descartáveis, creme para o corpichto mais gostoso que eu vou conhecer hehehe... Minha criatividade e conhecimento não consegue lembrar de mais nada. hehehe
Ah! Eu ainda não quero comprar chupeta nem mamadeira. Por enquanto não sou a favor, vamos ver a força dos pulmões desse guri primeiro, ai eu decido se vou querer ou não que meu filho use chupeta como pacificador.
Ontem eu não fui trabalhar e gente, foi tão bom comer e dormir durante a tarde! Estou louca para sair de férias, ficar de pernas pro ar. Só espero que o Pedro acompanhe o ritmo da mamãe aqui!
E PARA A NOSSA ALEGRIA falta somente 10 semanas e 3 dias! Parece tão pouco tempo que estou achando que não vai dar tempo de terminar o semestre da faculdade e vou fazer minhas provas finais na maternidade! hehehe
Será?!?



26 de março de 2012

Quando eu sinto um vazio dentro de mim....

EU VOU CORRENDO COMER PORQUE É FOMEEEE!



Essa fase tá dando muita fome e eu já não sei mais o que fazer com essa fome! Então é bolo, é lanche, mas também é feijão com arroz tá? Porque eu tenho que cuidar desse guloso aqui dentro.

Gentee, Bigadão pelos comentários! Aproveitei o final de semana para descansar bastante e hoje eu tive consulta. Hoje não fui trabalhar e eu estava precisando de mais um descanso. Amanhã eu volto com a corda toda.
Deixai-me ir porque eu já estou super, hiper, mega atrasada para a faculdade e aqui tá um calor daqueles.
Beijão

23 de março de 2012

Procura-se...

O infeliz que, sorrateiramente, entrou no meu quarto, foi no meu guarda-roupa e encurtou todas as minhas blusas que comprei há pouco mais de um mês!
Brincadeira gente! Mas eu fiquei impressionada como a minha barriga cresceu no último mês. E as blusas que eu comprei com tanta alegria já estão curtas. Antes elas conseguiam cobrir toda a barriga e agora, as benditas teimam em mostrar um pouco dela. Os momentos de glamour e charme já não me pertencem mais. E daqui a pouco, estou usando as camisas do meu esposo (charme total no auge!)
E já estamos com 29 semanas! 29 genteeeeeee!!!! E 29 é o meu número da sorte!
Barriga de Comi uma Jaca Inteira
Nós já estamos no terceiro trimestre. Faltam somente 11 (meu segundo número preferido hehehe) semanas para o meu tesouro estar aqui conosco. E está voando o tempo! Eu acordo de manhã, vou trabalhar, depois vou para a faculdade e depois para a minha casa que está em reformas encontrar meu esposo que está fazendo serviço lá e voltamos quase meia-noite todos os dias para a casa da minha sogra. Nós estamos dormindo quase 1 hora da manhã.
Com a chegada do terceiro trimestre, eu tenho me sentido bem mais cansada (também pudera com toda a minha rotina diária), mas não é aquele cansaço de querer dormir. É um cansaço de querer ficar de pernas pro ar, comendo, dormindo e assistindo televisão e soltando pum pra quem não gosta de mim (kkkkkkkkkkk Brincadeira!!!). Mas a vida não parou só porque estou grávida e a vida segue adiante.
Parece que estou de 7 meses?


O Pedro mexe bastante. São movimentos menos bruscos, mas são constantes. E eu me perco em mim mesma olhando minha barriga. Esqueço da aula chata da faculdade e fico olhando o Pedro ir de um lado para o outro. Eu esqueço até do tempo. E o meu passatempo favorito é (além de descansar) colocar a mão em cima da barriga. Faço isso até sem querer. Acho que vou sentir falta do meu “descanso” de mãos;
Eu parei com os ovos. Gente, não dá mais. Passei três semanas seguidas comendo dois ovos por dia. Chegou uma hora que não consegui nem sentir o cheiro, já ficava enjoada. Os meus pés ainda estão inchando, mas estão bem menos do que no começo da gravidez e agora eles doem. Se marido pisa ou aperta dói.
Eu estou sem paciência. Principalmente no meu trabalho. Gente, nunca vi tanta gente lesada, sem educação aparecer com tanta freqüência na minha frente. Tolerância ZERO!!!
Graças que mês que vem, vou tirar as férias atrasadas do ano passado e vou passar uns 15 dias em casa. Não vou descansar, mas vou aproveitar e organizar as coisas do Pedro (finalmente). Final de abril finalmente iremos comprar o berço e as roupinhas do baby.
Já tenho sentido de vez em quando um pouco de cólica e umas “fisgadas” um pouco abaixo da barriga. E as câimbras voltaram! Sim, elas voltaram com força total! O alvo dela agora é os músculos atrás do meu joelho. Sinto também as mãos e pés dormentes com muita facilidade.
Genteeee, pára tudo!!!! O que é essa fome que eu sinto?!? Eu almoço e depois com meia hora estou com fome de novo. Uma noite dessas, meu sogro fez sopa e eu comi dois (gente foram DOIS BEM CHEIOS) pratos de sopa e não era nem 10 horas da noite. Quando fui dormir, já estava morrendo de fome! Tem um buraco negro aqui dentro, porque isso acontece todos os dias.
Acho ela tão Pequenininha!
Eu já engordei ao total 12kg. Mas como vocês repararam bem, só cresceu a barriga! Estou uma grávida elegante e o povo tá dizendo (o povo tá?) que eu fiquei mais bonita depois que engravidei! Desde quando o povo começou a mentir, hein? Gente, eu tenho espelho em casa, eu só tenho BUCHECHAS, COMISSÃO DE FRENTE e BARRIGA! Isso não faz o gênero bonito!
Marido já falou que depois que o bebê nascer, vou precisar fazer caminhada! Ele tá doido? Me chamando de gorda! Já assinou a sentença de morte dele! hehehe
Já falei pra ele que quando o Pedro nascer, não precisarei fazer academia nem nada porque vou ter um bebê com fogo na fralda correndo por toda a casa. Vou ter trabalho em dobro!
Eu ia falar também sobre minha mãe não poder vir me ajudar quando o Pedro nascer, mas o post já está longoooo demais e prometo que escrevo depois sobre os motivos.

Ah! Esse é um recado para alguém especial: "Ei, você que pesquisou no google sobre 'Vou me Enforcar' e encontrou meu blog, espero que tenha desistido da idéia maluca, tá? Espero que ainda esteja vivo(a)!

É isso gente, vamos que vamos que final de semana tá ai para mim aproveitar e descansar bastante e quem sabe, sair e tomar um ar fresco com o maridão e aproveitar o comecinho do outono e quem sabe (quem sabe, tá?) criar coragem e tirar umas fotos bonitas da barriga e da minha pessoa! Faz tempo que estou querendo fazer isso, mas a coragem não deixa e a beleza atual não colabora!







20 de março de 2012

Semana 27 e 28 (Resumão)


27ª Semana

A entrada da 27ª semana veio acompanhada de muita fadiga.  O Pedro continua crescendo e isso tem me deixado super cansada. Mas não estou cansada a ponto de querer dormir, mas cansada de somente me deitar, assistir um filme acompanhada de pipoca (e do marido).
Tenho sentido muita dor nos meus quadris. As câimbras deram uma folga. Não tenho tido sinal nenhum de leite ainda, mas eu não estou preocupada com isso, tudo no seu tempo. Eu consegui ver pela primeira vez, ver nitidamente os movimentos do Pedro dentro da minha barriga. Antes eu via somente um movimento de sobe e desce da minha pele, hoje consigo ver aquela bola se formar na minha barriga. E eu consigo senti-lo mexer dos dois lados.

28ª semana
Todos sempre falavam que viviam cansadas e que não viam a hora da gravidez passar. Eu acho que estou entrando nessa fase. Estamos a 12 semanas para a data prevista para o parto e a cada dia que passa, eu estou mais e mais cansada. Acordo já pensando na hora de ir dormir hehehehe
Nunca tive problemas com o sono antes. No começo da gravidez, eu tive até insônia e depois minha vida voltou ao normal, com o mesmo sono de antes de engravidar, só que um pouco menos. (Eu dormia demais antes de engravidar, parecia um bicho-preguiça hehehe)
Não são muitas novidades. Eu estou sem coragem de vir aqui postar. Eu até entro, penso em escrever e a vontade vai embora. Tenho estado bastante cansada, tenho acordado cansada e acho que já está na hora de tirar umas férias e ficar em casa descansando, além de ficar arrumando as coisas do Pedro que pretendo resolver assim que voltar para a minha casa. Então isso quer dizer: NADA DE DESCANSO!
Eu ainda não voltei para a minha casa. Mas sabe de uma coisa? Eu tô nem ai mais. Vou voltar quando tiver que voltar. Meu esposo tem feito a parte dele, e tudo vai acontecer no seu tempo. Minha sogra nos convidou para ficarmos até o nascimento do Pedro, mas meu marido não quer. Teve até uma “pequena” discussão por ele não querer ficar. Ele não vê a hora de voltarmos para casa. Eu até me acostumei a ficar lá, minha sogra tem meio que cuidado de “nós”. Nem lembro a ultima vez que lavei roupas. A única coisa que faço é lavar os pratos e mais nada. É como se fossem férias de casa. Mas eu estou louca para pôr a minha casa em ordem e fazer as minhas coisas do meu jeito.
Meu sogro nos convidou para morar na casa em cima da dele, mas ai teríamos que encarar mais uma reforma e quer saber? Sempre deixei claro que família eu prefiro longe. E falei isso ao meu sogro. Sei que isso é só o reflexo da preocupação deles com a nossa vida financeira, mas nós sabemos o que estamos fazendo. Nossas contas são altas, mas nós não estamos dando passos maiores do que nós podemos. Nós sabemos até aonde nós podemos ir.
E sem contar que não vejo a hora de ter uma refeição sozinha com o meu esposo como fazíamos aos domingos e depois dávamos aquela cochilada de tarde. São pequenas coisas que estão fazendo falta. E depois o Pedro estará aqui e a nossa vida a dois, será a TRÊS e tudo será diferente.
E meu marido nem curtiu a nossa gravidez. Ele praticamente não viu a minha barriga crescer por causa da correria da casa.
A respeito do post anterior, nem foi preciso a pessoa arranjar emprego. É uma história complicada, e eu estou fugindo de complicações. Quero somente me preocupar com as minhas coisas.
Eu não sei como vocês se sentem, mas eu me sinto insegura. Não estou com medo da hora H, da hora do parto, mas estou com medo do desconhecido, de ter uma criança em casa, de não ser capaz de cuidar do Pedro, de não ser uma boa mãe. Estamos dando um passo tão grande e foi tão de repente. Até ontem, eu estava no começo da gravidez e agora estou a 12 semanas de tudo virar de cabeça para baixo. E eu meio que estou encarando a gravidez sozinha. Meu marido está ocupado e preocupado em deixar a casa pronta antes de o Pedro nascer e mal nos vemos. E eu estou aqui trabalhando e tentando deixar as nossas contas em dia até o dia de dar entrada na licença maternidade. Eu acho que nem eu nem ele estamos aproveitando. Mas o Pedro não vai ser menos amado por tudo isso que estamos passando.
Ah! É assunto para outro post, mas a minha mãe não virá mais me ajudar quando o Pedro nascer. Eu decidi assim e no próximo post eu explico o porquê.
Beijos e boa semana!
 

16 de março de 2012

Tenho que me ausentar

Gente,

Surgiu uns imprevistos aqui. Meu esposo ligou pra mim mandando eu procurar emprego. Calma que não é pra mim nem pra ele. Nós conhecemos uma pessoa que está com problemas (eu ainda não sei o que aconteceu) e essa pessoa está precisando de um emprego urgentemente. Estou eu aqui olhando tudo o que é classificados. Sou até expert nisso porque minha vida foi ficar atrás de emprego. Só peço que o Senhor ilumine a minha mente e guie a santa internet para que eu ache algum emprego para essa pessoa.
Bem, vou ficar devendo o post das semanas 27 e 28, mas vou adiantando que estou começando a ficar cansada e hoje acordei com uma dor de cabeça super chata que ainda não foi embora, já tomei remédio e nada. Mas estou indo na fé! Se não passar vou verificar se não é a pressão que subiu.
Ah! O Pedro está tão sapeca aqui dentro, ele gosta de brincar de se esconder, de me enganar. Quando eu falo com ele, ele mexe que me deixa louca as vezes, ai vou mostrar pro papai que ele tá mexendo, o guri pára na hora. Ele já começou a me fazer vergonha!
E acho que ele está um pouquinho maior e gordinho porque agora todo mundo consegue ver os movimentos dele na minha barriga. E adora colocar a mãozinha dele em cima da minha barriga, do meu umbigo, de ficar apertando a minha bexiga. E eu estou adorando essa fase de conseguir ver ele se mexer na minha barriga. De conversar com ele e ele "responder".
E a ansiedade está a mil de poder ver o rostinho do meu tesouro, de cheirar, de apertar. Como é que a gente consegue amar tanto uma criaturinha mesmo sem conhecer, não é? 
E é tão bom sentir ele mexer, e fico pensando como é que uma mãe consegue dar seu próprio filho, ou abandonar ou até mesmo tentar matar (como aconteceu com uma mulher aqui na minha cidade que colocou veneno para carrapato no leite da filha de meses) um ser que mexe e te lembra que é um presente do Senhor na vida. 
Eu já amo tanto meu tesouro que não imagino minha vida sem ele. 
Bem, volto assim que eu resolver esse "problema" com emprego dessa pessoa.
Beijos

15 de março de 2012

Eu estou viva, mas...

O desânimo tomou conta desse corpo que não me pertence mais. 
Mas eu tenho boas notícias. O post anterior foi só para desabafar mesmo, porque chega uma hora que nós não aguentamos guardar as coisas só pra nós, não é? Mas foi somente uma fase e já passou!
O que salva a minha sanidade mental (se já tive isso algum dia hehehe) é ir trabalhar e depois ir para a faculdade. Ai chego tarde da noite em casa querendo um banho e cama. E os meus dias tem passado assim, mas isso é bom porque o tempo tem passado tão rápido que eu nem estou acreditando. 
Bem, vamos às notícias!
Minha casa está quase finalmente pronta!!! Isso mesmo! Agora é super sério! Creio que começo do mês que vem, nós três (eu, meu marido e o meu tesourinho) estaremos de volta em casa. E a nossa família de 4 será completa novamente em nosso lar. 
O 4º integrante é o meu cachorro, tá?
Só não vamos voltar antes porque quando fomos comprar o revestimento (azulejo) do banheiro, da cozinha e da minha lavanderia que faltou (sempre falta né?), a loja não tinha em estoque. Fizemos o pedido e só chegará semana que vem. Mas a casa toda já está com o piso, falta colocar o rodapé ainda, mas meu marido falou que é rapidinho. Próximo sábado, um amigo do meu marido vai ajudá-lo a pintar a casa. 
Ai só vai ficar faltando o revestimento e o forro e depois é só pular dentro (depois que limpar né?).
E eu já tenho ajuda. Uma amiga da igreja falou que vai me ajudar no dia da limpeza. 
Tudo tem caminhado perfeitamente bem. Estou há quase 3 meses na casa da minha sogra e ela tem me ajudado muito. Ontem, quando cheguei da faculdade, minha roupa estava lavada e dobrada em cima do criado-mudo e eu nem pedi. E já é a terceira vez que ela faz isso. E ela também trabalha e ainda arranjou tempo de me ajudar. 
Bem, lembram que eu tinha falado que o Pedro iria dormir no mesmo quarto que eu? Então, achamos uma solução, ou seja, um espaço a mais, já que meu quarto é pequeno e estavamos preocupados aonde iriamos colocar o berço. Tava quase dando uma de louca e comprando uma rede para esse menino hehehehe
Como meu marido fez mais um cômodo, ficou um espaço entre a parede da sala e a parede do meu banheiro. E o meu quarto era no meio dos dois. Então meu marido quebrou a parede da janela do meu quarto e fez outra parede mais para a frente. Ai ficou um mini-quarto de 1,70m de comprimento por 1,40m de largura. Vai dar para pôr o berço e algumas frescurinhas. Sem contar que o marido tá mais animado do que eu! hehehehe
A casa ficou assim! (Clique na imagem para ver melhor)
Gente, o meu terreno é enorme! Nós ainda temos um espaço de lazer enorme mais para a frente da casa. A minha casa é no fundo do terreno, mais para a frente eu quero fazer um jardim, vai ter a casinha do cachorro perto do portão. E sem contar que quando o Pedro começar a andar, ele vai ter muito espaço para se divertir e gastar energia. E eu também, que já me vejo correndo atrás dele hehehehe
Bem, amanhã eu entrarei na 28ª semana e prometo voltar com o post falando da 27ª semana, que eu não postei (por desânimo e preguiça mesmo) e falando da atual semana 28.
Nem acredito que falta somente 12 semanas para o Pedro chegar e 12 semanas para correr com tudo antes que ele queira vir ao mundo! Tá passando muito rápido. Até ontem eu usava tamanho P, não tinha barriga e agora estou com um barrigão que até parece que comi uma JACA! Sim! Jaca!!! Porque todo mundo diz que comeu uma melancia, mas eu sou diferente e parece que eu comi uma jaca! hehehehe
Beijão queridas que passam por aqui e até amanhã!

PS: 
  • Não liguem para minha planta tosca! Eu nunca tive vocação para desenho. Fiz essa planta online nesse site AQUI Ó . E sim, minha sala e cozinha não tem divisória, porque minha casa só pode ter janelas na frente, não temos espaço dos lados. E se eu fizesse uma divisória, a casa iria ficar escura parecendo que morava vampiros em vez de gente! hehehe. Mas tá parecendo uma casa de bonecas!
  • O mini-quarto do Pedro continua dentro do meu quarto, mas com um espaço só para o berço dele.

9 de março de 2012

Desabafo da 27ª Semana


Eis que desde cedo estou em frente ao computador pensando no que escrever. Não aconteceu muita coisa desde o último post. Ah! E sim, eu quis que você, meu povo e minha pova, acreditassem que eu teria gêmeos e ainda bem que foi somente uma brincadeira. Estou super, hiper, mega “preocupada” somente com um baby, imagina com dois? Eu mesmo mandava me internar!
Obrigada pelas dicas sobre a amamentação. Eu acho que também vou começar a usar a bucha tira o couro, mas vou primeiro procurar minha coragem. Porque gente, fala sério!, não tem coisa mais chata do que tomar banho quando se está grávida.
Primeiro, como eu moro com os meus sogros [por enquanto tá?] eu tenho que ir primeiro no meu quarto buscar todas as bugigangas para ir ao banheiro. Ai eu vejo a cama, a cama me vê, ela fica me convidando para dar uma deitadinha e com muito custo e determinação eu resisto e saio correndo do quarto como o diabo da cruz. Chego no banheiro – o segundo desafio – tirar a roupa. Gente, as roupas de grávida deveriam ser feitas com encaixe em velcro.  Ô troço cansativo! Tirar calças jeans ou leggings é um teste de paciência e equilíbrio. Ai chega a parte do banho, se antes de engravidar e ter esse buchão você passava um enorme tempo ensaboando só o bucho, imagina agora que a circunferência está maior?!
Chega a hora de se vestir novamente, ai dá uma vontade de sair pelada pela casa até o quarto porque o pouco de coragem que me restou ao chegar em casa, foi tudo embora com o processo anterior.
Sim! Eu estou chata! Eu estou insuportável! E eu estou desanimada! Tudo isso em uma pessoa só.
E desde cedo que estou procurando uma desculpa para não ir para a faculdade hoje. Encarar quatro (SÃO QUATRO GENTE!!!) aulas de uma única professora com voz irritante que até semestre passado não te irritava não é tarefa fácil. Já encontrei as desculpas, mas o meu senso de responsabilidade fica me boicotando. Sim, eu acho que estou brigando comigo mesma. Já me decidi mil vezes que não vou, mas também decidi mil vezes que vou. Eu acho que estou confundindo a mim mesma. Eu acho que tenho dupla personalidade.
Estou cansada, mas não quero ir embora para a casa dos meus sogros.
Minha maior vontade agora é dormir. Mas não na casa dos meus sogros. Eu queria ir para a minha casa, dormir na minha casa, na minha cama. Tomar banho no meu banheiro. Comer a minha comida, lavar e arrumar a casa na hora que bem entendesse.
Último sábado, eu sai do meu trabalho e fui para o terminal de ônibus e me sentei em uma das cadeiras e fiquei lá quase duas horas esperando a hora passar para poder chegar na hora de dormir e não ter que olhar para a cara das pessoas. Meu esposo ainda estava lá na nossa casa consertando o encanamento do banheiro (acho). Eu juro que se eu for passar mais do que um mês na casa deles, eu vou ter um colapso, eu vou entrar em uma tristeza profunda. Porque eu JÁ NÃO AGUENTO mais!
Meu esposo tem feito o melhor dele. Tem acordado todos os dias cedo e ido lá na casa fazer as coisas que faltam. E ainda depois do trabalho, tem voltado para a casa para continuar o serviço. Ele está super cansado. Sem contar que a nossa conta está com saldo negativo, o que tem deixado ele ainda mais preocupado.
Mas finalmente as coisas estão quase lá. O piso da casa está colocado. Falta somente parte do banheiro e colocar o revestimento na parede da cozinha. Pintar a casa e o forro do teto, mas já falei para meu esposo que se não der para colocar agora, não tem problema, porque eu tenho pressa em voltar. E poderíamos colocar em maio, antes do bebê nascer por causa do frio.
Ele me pediu até dia 20 e ai ele veria se teríamos que esperar mesmo.
Hoje, finalmente, o portão da frente foi instalado. Meu cachorro não vai ficar mordendo a bunda do povo na rua. Hehehehe
Vou tirar dois dias de folga quando tudo estiver pronto na casa para poder limpá-la. Meu ditado agora é: Só tem tu, vai tu mesmo!
Ninguém da família do meu esposo se ofereceu para ajudar. Eu já esperava por isso e não me surpreendeu. Sou “gato escaldado”. Marido ainda quer pagar alguém para fazer o serviço para mim, mas eu sou perfeccionista e tenho certeza que mesmo depois de tudo limpo, eu iria limpar tudo de novo. E sem contar que não estamos em condições de gastar mais do que já gastamos.
E eu vou fazer tudo devagar, vou no meu ritmo. E juro que no dia que eu for limpar eu já quero estar de volta para a minha casa. E não quero apontar para a casa da minha sogra nem com a vara.
E isso afetou meu casamento por demais. Já não converso com o meu marido, ele sempre está cansado demais e quando paramos um pouco para conversar, sempre tem alguém querendo conversar com ele. E eu tô ciumenta sim. Nunca pensei que fosse me estressar tanto na gravidez, pensei que tudo fosse ser diferente e aqui estou eu, nesse drama.
Não contei, mas dia 28/02 completamos 3 anos de casados e cadê o clima de comemorar alguma coisa?! Marido cansado demais por causa da obra e das contas, eu nem pedi para sairmos, nem cobrei nada. Mas passar aniversário de casamento em “família” ninguém merece. Ai gente, se arrependimento matasse sabe. Eu me arrependo de ter exigido uma casa maior para nós, simplesmente pelo desconforto que essa obra tem dado a nós. Eu estou feliz por ter uma casa maior, mas se não fosse a obra, eu estaria tranqüila, eu já teria comprado as coisinhas do Pedro e estaríamos curtindo a nossa gravidez. Mas por outro lado, é até bom passar por tudo isso agora, porque mais tarde virão somente as recompensas. Não vou me preocupar nem tão cedo com reforma. E casa dos outros, NUNCA MAIS por favor.
Meu sogro veio falar comigo há duas semanas, pedindo que fossemos morar na casa em cima da deles. Fui bem curta e grossa e disse que família eu queria bem longe. Ele veio falar que seria diferente de agora porque teríamos um lugar nosso. E teríamos que reformar a casa de cima porque ainda está só no tijolo e nem piso tem. Desculpa o palavreado, mas EU NÃO COMI COCO! (cocô ou coco?)
Falei para meu esposo e ele falou que não também. Meu sogro já tinha tentado plantar a "semente" na cabeça do meu esposo e ele já tinha dito não. Ai sobrou pra mim, não é? Mas ainda bem que essa não é uma possibilidade nossa. Foi uma possibilidade antes de engravidarmos, mas ainda bem que não deu certo e desistimos. 
Eu quero ter a minha vida sem me preocupar com o que a família do meu marido vai pensar e falar.
Outra bomba! Minha mãe não vai poder vir para me ajudar. Fiquei mega triste, me senti abandonada, como se ninguém se importasse comigo sabe, mas acabei entendendo e achei melhor assim também. Tudo ia sair do meu bolso, e ultimamente quando eu coloco a mão no bolso só sai os cinco dedos. kkkkkkkkkkkkkkk
Vou ter que me virar, mas ajuda não vai faltar e eu tenho certeza que tudo vai dar certo e tudo tem um propósito. Acima de tudo, eu confio no Senhor. Ele não me daria um fardo desse se não confiasse na minha capacidade.
Depois eu volto com o post da 27ª semana (com a participação de uma foto tosca tirada do celular), porque esse post ficou enorme! 
Terei sorte se alguém tiver coragem de chegar até o final! hehehehe
Beijinhos e desculpa se não passei no cantinho de todas, mas como disse, estou tão desanimada que nada me prende. Acho que a cura só vai vir quando voltar de novo para a minha casinha!
 


A história de Pedro e Mamãe

A história de Pedro e Mamãe