27 de abril de 2012

Alegria Agora... Agora e Amanhã... Alegria Agora e depois e depois e depois de amanhã...

Genteeee, desculpa o sumiço. Desde sábado que eu estou de folga do trabalho. Volto somente dia 02.
Bem e as notícias são:

EU VOLTEIIIII PARA A MINHA CASAAAAA

Sim!!! Voltei sábado a noite e desde então eu tenho tentado arrumar a bagunça. É caixa e mais caixa cheia de poeira que tem acabado comigo. Mas tenho aproveitado bastante para descansar. Estava com saudades da minha cama, das minhas coisas.
Agora mesmo, eu deveria estar organizando as caixas para ver o que vai ao sótão e o que vai ficar na casa, sem contar que tem roupas e mais roupas para lavar, dobrar, guardar.

E eu já estou com net em casa. De sábado até quarta-feira eu estava sem TV e sem internet. Tava ficando louca já. Mas agora, vou poder acompanhar todas vocês durante minha licença maternidade.

Ontem, nós tivemos consulta e já vou voltar com 20 dias. Ebaaaa!!! Tá chegando perto....
Hoje eu iria sair para comprar algumas coisinhas para o Pedro e precisava ir no banco resolver umas coisas, mas precisava da minha certidão de casamento e não achava (pensei que tinha perdido! Culpa dessa bagunça)e isso acabou me atrasando e resolvi deixar para amanhã ou segunda-feira. Sem contar que o tempo está super feio, nublado, com cara de que vai chover e ainda tenho a faculdade à noite. Melhor ficar e já organizar essa bagunça porque os móveis da sala tá para chegar...

E já sabem né: É tudo eu! Tudo eu!!!


Outra novidade!!!
Hoje, pelas minhas contas, estou entrando na 34ª semana, mas ontem minha médica falou que o Pedro pode nascer até final de maio. Isso mesmo gente! Tenho ultrasons que estão dizendo que já estou com 35 semanas.
Mas ela falou que a data prevista vai ficar até dia 15 de junho. Eita! São muitas datas. Acho que devo me preparar para todas elas... A qualquer momento esse menino nasce...

Quando tiver um tempinho a mais, eu volto para atualizar vocês e obrigada a todas que passam por aqui e que deixaram recadinhos e as que não deixaram também.

Saudades de ficar aqui acompanhando vocês!
Mas eu voltarei! hauahuauhsuahsusa

Beijão

14 de abril de 2012

Tem dias...

Quero agradecer a todas pelo apoio moral. Acho que vocês são as únicas que me escutam, que me entendem. Homem acha que só damos piti para chamar a atenção e que tudo é sempre exagero. Eu sei que ter esses feelings durante a gravidez não é bom para o bebê, mas eu não tenho conseguido evitar. Acho que só vou melhorar de vez quando eu voltar para a minha casa.
Estou cansada de "achismos", das promessas de sempre. Estou cansada de ter o sono "vigiado", de não poder fazer a minha comida, de esperar pela boa vontade das pessoas, de não estar na minha casa. Também estou cansada de ouvir indiretas com relação às minhas dores. (Dizem que é porque eu durmo demais). Quando eu acordar com a macaca, ninguém vai me segurar. Por enquanto tenho acordado só com o ovo virado.
E já estamos com 32 semanas e eu fui bem direta com o meu marido. ENQUANTO EU NÃO VOLTAR PARA A MINHA CASA, EU NÃO COMPRO NADA PARA O PEDRO. NADA MESMO! 
Gente, tenho que colocar pressão porque nem as minhas lágrimas e a minha tristeza tem dado jeito. Ele acomodou sabe? E eu estou de saco cheio de ficar cobrando. E sempre vem com a promessa da "semana que vem" e essa semana nem chega!
Vou trabalhar mais uma semana e vou pegar uma semana de férias, mas quem falou que vou descansar se estiver na casa dos sogros? Porque se eu não fizer nada, vou ficar com a fama de preguiçosa, de dorminhoca. Mas isso é só comigo!
E eu também não quero comprar as coisas do Pedro e ficar guardando na casa de minha sogra porque tem sempre alguém que quer dar palpite e eu já estou de saco cheio. Acho que é o que eu tenho mais falado aqui!
Eu estou muito preocupada, porque falta somente 8 semanas e meu marido age como se ainda faltasse 6 meses para o parto! E eu tenho que tomar muito chá de capim-cidreira ou melissa para não ter um piripaque!
Às vezes eu acho que estou num pesadelo!
Alguém, por favor, me belisca para que eu acorde?!?!

Hoje estou tanto com deprê, que vou passar no supermercado, comprar um xampoo novo, tomar um banho bem demorado, depois me trancar no quarto e assistir um filme mais dramático ainda! E dormir acreditando que amanhã eu terei boas notícias.

Volto segunda! Prometo!



9 de abril de 2012

Contagem Regressiva: 9 semanas - TPM?


Eu estou atrasada! Eu sei.... Posto meio que dramático porque estamos sem novidades aqui. Então senta que lá vem história...
__________________________________________________________
Essa semana tem se resumido em: Cansaço físico, mental e TPM.
Sim, eu não sei o que acontece, mas eu vivo estressada por tudo. Eu tenho estado sem paciência com tudo. Tenho vontade de bater, xingar e estou sem papas na língua ultimamente. Já falo o que vem na mente e não me arrependo não. Quem fala o que quer, ouve o que não quer. TPM? Não sei, mas que parece, parece.
Estamos com 31 semanas e a gravidez está passando num piscar de olhos. Parece que foi ontem que eu vi aquelas duas listras confirmando o que eu não esperava: GRAVIDEZ. E hoje estamos aqui há somente 8 semanas e 4 dias para a data prevista para o parto.
E eu não curti nada. Nada mesmo! Tudo foi tão corrido. Obras, mudança para a casa da sogra (temporário que parece não ter fim), faculdade, trabalho e preocupação e mais preocupação. Acho que encarnei o espírito de mãe. Agora tudo o que faço e penso em fazer é para o meu filho.
Tenho estado muito cansada nessas ultimas semanas. Fico com insônia na hora de dormir e fico adiando a hora de levantar. Sim, eu estou preguiçosa para levantar todas as manhãs e encarar mais um dia de trabalho. E sem contar que trabalhar com o público não está sendo fácil. A dose de estresse tem vindo em dobro.
O espaço aqui dentro está cada vez menor e a criatura tem me apertado tanto que a vontade de fazer xixi está ficando cada vez mais freqüente.
A casa? Ainda não está pronta!!! Sim, meu drama continua e eu sempre penso que vou surtar e não surto. Um dia eu acerto... O plano seria voltar para casa essa semana, mas a obra parou na pintura. E eu não posso fazer muita coisa. Minha vontade é de gritar, chorar e tudo o que vocês imaginarem.
Porque está para nascer alguém mais azarada do que eu. Não tive uma gravidez calma, sem preocupação. E não foi e nem está sendo um mar de flores e nem sei como eu ainda não cai em depressão desespero por nada estar pronto para a chegada do meu filho. E é tudo em cima de mim. Não tenho ajuda de ninguém. E eu definitivamente já decidi que vou voltar a trabalhar! Não vou esperar as coisas caírem do céu. Tenho um filho para educar e sustentar e não posso ficar dependendo de marido não. Mas será que vou dar conta? Isso eu não sei. Só sei que vou ter que desistir de alguma coisa para poder tomar conta do meu filho e acho que vai ter que ser da faculdade.
A maternidade está me ensinando que temos que fazer sacrifícios.
Eu poderia muito bem ficar somente estudando e tomando conta de casa e do filho. Meu marido tem condições de sustentar a casa sozinho. Mas eu gosto de estar no controle de tudo. Eu gosto de ter o meu dinheiro, de saber o quanto eu posso gastar sem ter alguém me perguntando o “pra quê você quer dinheiro” toda vez que eu precisar de dinheiro. Isso não é pra mim. Quando voltar da licença maternidade, irei conversar no trabalho sobre a possibilidade de um novo horário de trabalho que vá me ajudar a ficar mais tempo com o Pedro.
Já liguei para algumas creches municipais de tempo integral e descobri que só vou poder colocar meu filho na creche a partir do ano que vem. E eu voltarei a trabalhar em novembro. Ainda não sei como vou fazer. Eles falaram que as inscrições só abrem no final do ano e que somente pais com crianças a partir dos 4 meses podem fazer a matrícula. Detalhe: o Pedro ainda nem nasceu e mesmo que eu quisesse ter feito a matrícula ano passado, eles barrariam a minha “matrícula” por ele ainda não ter nascido.
Resultado disso tudo: estou com uma mão na frente e outra atrás, estou num mato sem cachorro. E nem sei com quem vou deixar meu filho para voltar a trabalhar!
As coisas poderiam ser mais fáceis, não é? Ou poderiam ser piores? Só sei que cada um sabe aonde o sapato aperta e o meu está apertando pra caramba e eu já não agüento mais.
Será que é TPM mesmo ou eu só estou estressada?
Será que passa quando o bebê nascer?

4 de abril de 2012

Selinho e Desafio: "Brincadeira Séria"


Quero agradecer a Miriam do Blog Mamãe do Diego que me ofereceu esse selinho e me convidou a participar.

Vamos a brincadeira!!!
Desafio "Brincadeira Séria "


A brincadeira é séria e o desafio possui as seguintes regras:


1. Escrever 11 coisas aleatórias sobre mim :

  1. Casei com meu marido com somente 8 meses de namoro e hoje estamos aqui firmes e fortes há 3 anos já;
  2. Eu já sofri por amizade e prometi a mim mesma que nunca mais aconteceria de novo;
  3. Quando namorava com o meu esposo, eu sonhei com o Pedro (nosso filho), por isso nosso filho se chamará Pedro.
  4. Eu sou teimosa e "quase" tudo tem que ser do meu jeito;
  5. Eu adorava dormir antes de engravidar. O Pedro sumiu com o meu sono!
  6. Eu sempre soube que o meu marido seria o pai dos meus filhos e meu marido, eu estive esperando-o por dois anos mesmo sem conhecê-lo;
  7. Eu sempre me atraso. SEMPRE!!!
  8. Eu sempre deixo as coisas para depois e nunca dá tempo de fazê-las ;(;
  9. Eu não gosto de chocolate;
  10. Sou fiel a marido, família e amigos verdadeiros;
  11. Eu prefiro acreditar no lado bom das pessoas e perdou fácil e sempre acabo me machucando :(
2. a) Responder as 11 questões


  1. Quantos filhos gostaria de ter? 3 de sangue e 1 adotivo;
  2. Filho de sangue ou adoptivo? Eu? De sangue.
  3. Era capaz de adoptar ? Sim e pretendo depois que tiver os meus outros 2 filhos;
  4. Qual o nome preferido para seus filhos? No momento é Pedro.
  5. Punha o seu filho na creche ou com alguém antes de 1 ano de idade? Ainda não sei. Dependerá das condições financeiras.
  6. Qual as férias de sonho? Um lugar (qualquer um) bem calmo para curtir a minha família. Longe de problemas, de trabalho e das preocupações;
  7. Trabalho fora, ou trabalho em casa? Eu quero participar da educação dos meus filhos. Trabalho em casa, sem dúvida. Mas se tiver que trabalhar fora para dar uma condição melhor aos meus filhos, o farei.
  8. Menino ou menina ? Não tenho preferência. Todos os filhos são presentes do Senhor.
  9. Qual a prenda que mais gostaria de ganhar? Eu adoraria ganhar uma EcoSport. Estou apaixonada por ele ou talvez um Passat do ano (Sonhos apenas!!!)
  10. Passado, futuro ou presente ? Presente sempre. Devemos viver o momento. O futuro é consequência e o passado já foi, não importa mais.
  11. Gostou deste desafio ??? Sim.

2. b) Formular novas 11 questões para quem eu desafiar
  1. Um lado seu que gostaria de mudar (personalidade, defeito...)
  2. Uma qualidade sua que todos elogiam?
  3. Um sonho?
  4. Em uma discussão, ficaria do lado do marido ou da mãe?
  5. Casaria com alguém que já tivesse filhos?
  6. É fácil em perdoar?
  7. Motivos pelos quais sorri todos os dias?
  8. Quantos filhos gostaria de ter?
  9. O real significado do casamento para você é?
  10. Faz questão de...? (algo que não abre mão por nada)
  11. Passatempo favorito?
3. Desafiar 11 pessoas e deixar o link de quem desafiou :


Gente, como eu não sigo nem mesmo acompanho muitos blogs, vou oferecer esse desafio para algumas pessoas específicas que eu adoraria saber mais (Modo Curiosa Ligado!) e deixar esse desafio aberto para todos que aqui passam. Ai me manda um recadinho dizendo que tu fez e eu dou uma passadinha lá, tá?

E os indicados são:
  • A Rafa do: Rafaelando - Ela adora falar de moda, maternidade, passatempos, turismo. Tudinho misturado mesmo. Mas que nos prende desde o comecinho do post até o final. Mãe de duas Maricotas!
  • A Rafa (também) do Com Ternura e Carinho - Mamãe de primeira viagem igual a mim que fala de sua nova jornada nesse mundo de fraldas, mamadeiras e descobertas;
  • A Tacia do  Eu, Ele e a Tal da Química - Que ainda não é mamãe, mas fala de suas conquistas e experiências em outra cultura;
  • E a Leny do Meus Momentos - Outra mamãe que fala do mundo da gravidez, as descobertas e a felicidade de um POSITIVO.
  • E por fim, quero dedicar também a uma pessoa que conheço há mais ou menos um ano, mas que já foi tentante e hoje está na fila para adotar. Eu quero que vocês conheçam a Cidinha. O Blog dela é esse: Adoção - Um Sonho Possível. Vamos apoiá-la?
______________________________________________________

Esse é outro desafio que recebi há um tempinho da Rafaela do Blog Com Ternura e Carinho. Eu não vou oferecer esse desafio, mas quero que todas se sintam livres para fazer. E venham me contar mais sobre vocês se resolveu responder as perguntinhas. Ah! As perguntas são as mesmas que eu respondi.
  1. Quais as qualidades que uma mãe deve ter? Paciência, dedicação, amor incondicional, sacrifício, perdão, humildade, ser um exemplo...
  2. Pretende ensinar sobre Deus ao seu filho? Desde pequeno, vamos ensiná-lo a orar, a ler as escrituras em família, a conhecer o Salvador. Devemos aprender a ser gratos Àquele que tudo nos dá desde pequenos;
  3. O que te deixa feliz? Acordar com um abraço bem gostoso do meu marido.
  4. Qual ensinamento que vc recebeu que pretende passar para o seu filho? Mesmo que hoje seja considerado cafona? Uma coisa que marcou foi devolver tudo o que não é nosso. Se chegássemos em casa com algum brinquedo diferente, minha mãe nos fazia devolver. Passavamos vergonha, mas não cometiamos o mesmo erra de novo.
  5. Está preparada para as mudanças que virá com a maternidade? Ainda não, mas a preparação vem aos poucos.
  6. Quantos filhos pretende ter? No mínimo 3 - Quero adotar mais 1 se possível.
  7. Acha que criar um filho nos dias atuais seja uma missão difícil? Sim. Se você não ensinar o seu filho desde cedo que tem que respeitar os pais e confiar, você pode perder o seu filho para o mundo.
  8. Acredita que seu esposo será um bom pai? e que qualidade gostaria que seu filho herdasse dele? Sim, com certeza. Ele já está fazendo tanta coisa antes do Pedro nascer. Eu quero que meu filho herde a capacidade de terminar o que começar que meu marido tem. Ele sempre termina o que começa!
  9. Devemos impor limites aos filhos, a partir de que idade? Acho que a partir do momento que você perceber que seu filho já está tendo um certo entendimento do que ele pode ou não fazer.
  10. Vai contar ao seu filho sobre o seu blog? Quando ele tiver uma certa idade e já entender sim.
  11. Ser mãe significa.... Sacrifício que traz muitas bênçãos, um pedaço do céu na terra.
  
Beijão e até o próximo post!

2 de abril de 2012

Hoje é festa lá no meu Apê...

Não! Não sou eu que estou dando uma festa!

E sim o Pedro que resolveu fazer a maior farra aqui dentro. E o menino só começa a festa dele quando eu apago as luzes para dormir, literalmente quando a minha "festa" está acabando. E é um movimento pro lado de cá e pro lado de lá. Só sei que esse menino deve tá dançando um psy!
Depois de ontem, eu cheguei a conclusão de que eu tenho um filho dançarino!

O bonitinho passou o dia todo calmo hoje, deve estar descansando da balada. Além de fazer a festa durante a madrugada, ainda ficou pedindo comida. Uns petiscos para deixar a festa mais interessante, mas eu me recusei a levantar e a assaltar a geladeira àquela hora, mas juro que foi difícil resistir. 
E hoje, enquanto ele descansa aqui dentro, a mãe dele foi trabalhar de ressaca. Super cansada da bagunça que esse meu "inquilino" resolveu fazer.
Alguém me ensina alguma canção de ninar para acalmar o dançarino? Não sei se vou aguentar mais uma noite de ♪♫♪Mexe o Balaio♪♫♪ aqui dentro.

Vai querer mexer o esqueleto junto com o Pedro ou vai me ajudar a pôr a ordem nessa casa?



A história de Pedro e Mamãe

A história de Pedro e Mamãe