31 de julho de 2013

FeedBacks e Projetos

Quando eu era sou pequena minha mãe falava que parecia que eu tinha nascido embaixo do pé de limão, porque eu era uma criança difícil de agradar. Lembro até hoje dela falando isso.
Fui crescendo e não mudei muito nessa parte. Continuo chata para muitas coisas e uma delas é ser detalhista e perfeccionista.
Marido me pergunta muitas vezes: "Porque tudo tem que ser do seu jeito?"
Gente, por que será que sempre queremos tudo do nosso jeito? Percebo no Pedro que ele já está desenvolvendo esse lado dele de tomar decisões. Muitas vezes eu acho que ele quer um leite, faço e dou e ele rejeita. Dali a meia hora, ele aceita.
Está vendo que esse nosso lado é desenvolvido desde criança? E ele faz birra quando o que ele quer não é o que eu quero. Ele está tentando me fazer refém.
 
Mas vamos falar primeiro dos meus nossos projetos.
 
Projetos
 
Faz duas semanas que eu comecei a trabalhar. Eu e meu esposo ficamos muito felizes pela minha volta ao mercado de trabalho. Vibramos juntos e fizemos planos juntos.
Primeiro temos que dar uma renovada dentro de casa. E eu só tinha confiança de dar esse passo, só depois de estar trabalhando. Por que o dinheiro do meu marido não seria o suficiente. Temos contas altas.
Nós precisamos de:
  • Máquina de lavar roupas nova porque a minha toda vez que centrifuga, sai dançando frevo. E ela já não lava bem as roupas, nem as do Pedro que são as piores que são manchadas de bolachas.
  • Fogão novo, o meu já vai para o quinto ano. Ganhei de presente de casamento do pessoal com quem trabalhava na época. As bocas dele estão todas enferrujadas e ele já não é o mesmo.
  • Armário de cozinha novo. O que temos ganhamos de presente de casamento também, mas é bem pequeno e nem cabe todas as minhas coisas e sem contar que é verde. Detesto Não gosto de verde em móveis. Armário então, fica um horror.
  • Sofá novo - O meu é de canto. Era um sonho, mas com o tempo eu vi a dificuldade que é ter que arrastar o sofá para limpar a casa. Quero de 2 e 3 lugares mesmo. Mas eu quero um bonitinho.
  • Tanquinho de lavar roupa - O meu queimou o motor há uns dois anos atrás, ai meu marido fez uma gambiarra e colocou outro motor de outra marca. Funcionou por um tempo, mas ai quebrou de vez. Precisamos porque tanquinho lavar melhor do que máquina de lavar.
  • Panelas - Algumas furaram de tanto uso e outras estão bem acabadinhas. Amo comprar fôrmas de bolos e esqueço de comprar panelas para fazer comida. ;)
  • Cômoda para o Pedro - As roupas do Pedro ficam no nosso guarda-roupa, mas o espaço ficou pequeno e preciso comprar urgente uma cômoda para ele.
  • Prateleira de aço para colocar as tralhas ferramentas do marido e algumas coisas que guardamos em caixas para usar depois como árvore de natal, sapatos (porque eu detesto sapatos espalhados pela casa ou embaixo da cama, então eu guardo do lado de fora de casa).
Fala sério! Olhando para essa lista parece até que eu preciso casar de novo. E sem contar que eu quero queria comprar uma cama box, mas o espaço do meu quarto não dá.
E agora que as contas estão se ajeitando desde que o Pedro nasceu e o meu ordenado será bem melhor do que antes, sei que todas essas coisas serão possíveis.
E essas são as coisas para a casa, eu ainda não mencionei as coisas que eu quero conquistar para mim.
Por isso que é bom trabalhar, pois me dá asas para planejar, organizar e concluir os projetos.
Mas vamos ao título do post. Eu gosto de tudo arrumado e limpo. Eu comecei a trabalhar numa quinta-feira e quando eu soube na quarta-feira que iria começar a trabalhar, eu corri e me matei limpando, lavando e organizando a minha casa porque eu sabia que o tempo seria escasso depois do trabalho.
Como eu não teria tempo de ficar limpando a casa, combinamos de pagar uma faxineira uma vez por semana para dar uma geral na casa. Combinamos com uma pessoa e a pessoa deu um chá de cadeira na gente. Estamos procurando outra pessoa. Por enquanto, eu estou dando os meus pulos.
 
FeedBack
 
Mas voltando ao assunto do meu post.
Marido e eu estávamos conversando nada amigavelmente e eu estava reclamando sobre a falta de organização dele. E é sempre a mesma reclamação todos os dias. Eu estou cansada de sempre bater na mesma tecla, de sempre cobrar as mesmas coisas. Eu não sou perfeita e eu sei que eu erro e que sou muito chata quando eu resolvo pegar no pé e já se tornou rotina reclamar das mesmas coisas. Eu sou rabugenta demais.
As coisas lá em casa são assim: Toda noite antes de dormir eu dou uma geral na casa, guardo brinquedos, coloco as roupas sujas no cesto, arrumo a mesa, lavo os pratos. Faço uma arrumação geral para quando eu acordar, não fazer as coisas correndo. Só que meu marido pela manhã antes de sair com o Pedro deixava o Pedro tocar o terror dentro de casa e não arrumava a bagunça. E quando eu chegava cansada do trabalho eu ia arrumar a bagunça enquanto ele ficava esquentando o bumbum no sofá assistindo a novela.
Assim não dá! Eu solto os cachorros mesmo porque eu preciso da colaboração para manter a ordem.
Meu marido não é dos piores - porque eu vejo cada um que só pela misericórdia - mas também não é aquela oitava maravilha. Pode melhorar e muito.
Eu reclamo e ele fica uma semana colaborando, ai volta tudo de novo. Parece até criança ou pior do que criança.
Voltando ao fato de ser tudo do meu jeito, deve ser porque eu faço do jeito certo, não é? Eu não gosto de fazer as coisas de qualquer jeito e depois vir outra pessoa e refazer o meu trabalho porque não ficou bom.
Para se ter sucesso em alguma coisa, temos que dar o melhor de nós em tudo e eu faço isso até nas minhas coisas pessoais.
Não é pirraça minha, eu só quero que ele faça as coisas com zelo.
E não é que eu sou chata e eu cheguei a conclusão que se eu nasci assim é porque já é da minha natureza. O que eu posso fazer é tentar melhorar um pouco nessa questão de pegar no pé. Confesso que até tento, mas depois de um tempo eu não consigo mais porque me dá nos nervos ver as coisas fluindo por um caminho que não é o certo.
Me sinto até mal às vezes, mas se eu não falar, as coisas nunca vão melhorar. Precisamos sempre de um feedback para melhorar.
Até aqui no trabalho, peço feedback e pode ser bom ou ruim, mas isso me estimula a melhorar. E eu adoro agradar ao meu marido e as pessoas a minha volta.
Assim como eu gosto de receber feedback, eu também dou feedback.
 
Será que é tão difícil conviver comigo com tantos feedbacks?
 
PS: Não quero que pensem que meu casamento é sempre um turbilhão de feedbacks, mas é que nem todo dia é santo e nós estamos de acordo.

30 de julho de 2013

E as novis são....

Oiê,

Sumi, mas tenho pensado todos os dias em escrever, mas nunca dá tempo.
Bem, as novidades é que eu voltei a trabalhar e estou ADORANDOOOOO!
É um emprego perto de casa, pego somente um ônibus para chegar aqui. Trabalho não muito cedo e quando eu saio do trabalho em menos de meia hora estou em casa novamente.

Vocês sabem da minha saga e do quanto eu queria voltar a trabalhar para poder ter o meu próprio dinheiro. Ser dona de casa não funcionou para mim. Eu sempre gostei de trabalhar e quando o Pedro nasceu, eu estava decidida a ficar em casa com ele até a creche começar a funcionar (e ela ainda não começou) e eu amei passar os 6 meses em casa com ele. Mas eu sentia falta de algo, eu gostava de ficar com o Pedro, dormir a tarde agarradinha com ele e vê-lo crescer, se desenvolver, as conquistas dele foram as minhas e eu sou muito grata por ter visto tudo isso acontecer de camarote. Eu faria tudo de novo! E mesmo trabalhando, eu sempre lembro do sorriso dele e me derreto toda e meu coração se enche de amor.
Mas a minha vida profissional tem que continuar. E eu faço isso para o bem dele também. Meu marido ganha bem, mas ainda não é o suficiente para sustentar luxos. E eu gosto de ter o meu dinheiro e saber quanto eu posso gastar por mês, sem me preocupar em comprometer o orçamento de casa.  E é tão bom quando eu passo em alguma loja e saio com algo que eu quis, sem ter o pensamento: “ah! Não posso comprar porque não sei se vai dar para pagar” – horrível isso! E eu quero dar o melhor para o Pedro.

Confesso que não estou morrendo de saudades porque eu sei que ele está sendo bem cuidado e eu não deixei de ser a mãe dele e nem o abandonei só porque decidi voltar ao mercado de trabalho. Amo o meu filho e tudo o que eu faço hoje é pensando mais nele do que em mim.
Vou contar como aconteceu. Na semana do aniversário do Pedro, eu fui chamada para fazer entrevista em uma agência de empregos. Estava super ocupada naquela semana, mas eu fui. Naquela semana, fiz 3 entrevistas de emprego. 1 na agência e 2 na empresa que queria me contratar. O salário era bom, tinha convênio médico, vale refeição, mas tinha que trabalhar aos sábados até as 4 da tarde. Eu não gostei do ambiente do trabalho (muito escuro. Parecia uma caverna) e também me desanimei por saber que teria que trabalhar aos sábados, mas eu estava disposta a encarar. Felizmente, eles não me chamaram. Não passei na entrevista... Mas o melhor estava por vir.

Pedro está com frio
Passou o aniversário do Pedro e eu dei uma pausa nas agências, fiquei somente mandando currículo pela internet. Fiz mais uma entrevista. Era de meio período (parecia perfeito) e eu teria tempo de fazer as minhas coisas pessoais, deixar o Pedro na creche (a creche encantada que não começa) e ainda daria tempo de ir para a faculdade à noite. Na entrevista, a dona me falou que eu era muito para o que ela estava precisando. E como eu tinha formação superior (estou quase formada, mais 1 semestre e bye bye tristeza não precisa voltar) ela falou que eu era muito para o que ela precisava. Olha o bullying ai! Sai de lá arrasada e sabendo que ela nunca me ligaria. E não ligou!
 
Parecia que eu estava tendo uma crise de identidade. Me sentia uma incapaz! E ficava pensando: “o que eu vou fazer se não conseguir emprego? Como eu vou cuidar do meu filho e dar o que ele merece?” Horrível esse sentimento!

Duas semanas depois – dei mais uma pausa porque começou a chover muito e eu não tinha com quem deixar o Pedro – eu comecei a distribuir currículo nas agências de emprego pessoalmente. Só falo uma coisa: descaso e preconceito.

Eles fazem uma triagem logo que você entrega o currículo e me perguntaram se eu tinha filho. E é claro que eu disse sim. Até hoje – duas semanas depois – nenhuma me chamou ou ligou. Isso é preconceito. Só porque você virou mãe, não significa que você é menor do que qualquer pessoa.

No mesmo dia que eu sai para entregar currículo nas agências, eu mandei alguns currículos pela internet e me chamaram. Faz duas semanas já que estou trabalhando. No começo foi difícil porque eu pensei que não iria conseguir, mas hoje eu vejo que eu não tinha motivos para temer. Hoje já estou bem adaptada e vamos que vamos que as bênçãos tardam a chegar, mas elas sempre chegam.

Continua....
Depois eu volto para falar a respeito da adaptação do Pedro e como estão as coisas pessoais.

Duas primeiras fotos: a neblina tomou conta da rua que moro esses dias pela manhã por conta do frio.
A segunda foto mostra o dia lindo no meu primeiro dia de trabalho.
 

Beijos!
 


18 de julho de 2013

Alegria Agora, amanhã e depois e depois e depois de amanhã

Eu não esqueci do post sobre a consulta do Pedro, queria também falar  sobre a visita ao dentista e aos primeiros exame de rotina do Pedro.
Mas hoje eu vim me justificar. Aconteceram muitas coisas esses dias. Coisas que me deixaram pra baixo, achando que nada iria dar certo, me sentindo incapaz, mas ai veio o Senhor e me mostrou tudo diferente e me fez sentir amada de novo.
Estamos vivendo em época de bênçãos agora na nossa família, mas nem como tudo é um mar de rosas, logo em seguida veio algo que me abalou e decepcionou bastanta. Depois de chorar, me angustiar, decidi não impedir a felicidade de entrar na minha vida por causa de atitudes mesquinhas de certas pessoas (família).
Queria muito compartilhar com vocês o que aconteceu, mas eu prefiro me preservar agora e depois de tudo concretizado, eu venho contar a benção e adianto que estou muito feliz e nada mais é do que fruto do meu esforço.
E como eu vi no facebook esses dias: quanto maior o gigante (problema), maior a sua queda. O senhor está no comando e eu e minha casa serviremos ao Senhor!
Beijos amigas e confiem em vcs, não permitam que outros tenham o poder de tirar o sorriso de felicidade do rosto de vcs. Nós somos muitos amadas pelo Senhor.

11 de julho de 2013

1 Ano e 1 Mês

Eu ainda estou sem meu notebook. E como é difícil! Ainda bem que encontrei um aplicativo para tablet que me permite escrever.
Não é aquela maravilha, mas quebra o galho. O ruim é que eu ainda não tenho um teclado portátil e ficar "dedando" enche o saco.
Bem, mas hoje o Pedrinho está fazendo 1 ano e 1 mês e eu ainda não falei sobre a sua festinha, mas também não vai ser hoje. Estou aqui porque o Pedrinho está tirando a sua soneca da tarde que já dura duas horas. Aproveitei e limpei a casa. Por enquanto ela ainda está limpa e arrumada, quando o furacão acordar, tudo voltará a ser uma bagunça. Mas não posso reclamar, porque cada dia está sendo mais fácil fazer as coisas. O pequeno furacão está mais independente e, muitas vezes, nem quer saber de mim. Fica boa parte do tempo brincando no quintal infernizando a vida do meu cachorro, que muitas vezes fica bravo e rosna pra ele, mas pensa que isso intimida o garoto???
NãnaninaNÃO
Ele sempre se faz presente, seja tentando puxar o rabo do cachorro, enfiando o dedo nas orelhas ou no fucinho do coitado.
Mas eles são como cão e gato. Hora estão brigando, hora estão brincando. Nem ligo mais!!!
Pois bem, esse mês o meu bebê parece não querer ser mais bebê, pois quer andar sozinho e não aceita que eu segure a sua mãozinha. Pareço a coroa agora, tô parecendo careta!
Come de tudo e adora refrigerante! #$ocorrooooooo!
Eu tentei evitar que ele tomasse refrigerante, mas vcs sabem como família é né? Na casa deles pode tudo e quem sofre depois somos nós, pois agora ele não pode ver refrigerante que faz escândalo e só pára quando cedemos.
#$omosRefém
Mas isso vai mudar, pois ainda estamos com refrigerante em casa porque sobrou bastante da festinha dele, mas quando acabar ADEUS refrigererante por um bom tempo.
Ainda tem quatro dentinhos, mas parece que vem mais por ai.
Está numa birra insuportável e muitas vezes nem sei como agir #alguém-me-ajuda?
Dorme a noite toda no seu berço! #até-que-enfim
Faz umas duas ou três semanas, não sei ao certo, que não precisamos parar tudo e fazer o Pedro dormir, pois simplesmente o colocamos no berço com o seu leitinho quente e ele dorme sozinho. Foi difícil no começo, mas senti que era o momento. Depois eu volto pra contar.
Sobe em tudo! #$ocorro
Antes ele subia somente no sofá, hoje já consegue subir nas minhas cadeiras. E se ele não consegue subir, ele dá um jeito. Sobe em algo mais baixo e quando percebemos, está ele lá fazendo arte.
Eu confesso que estou apanhando desse tablet, já publiquei o post sem nem mesmo estar pronto. ;(
Esse post já deveria estar pronto, mas tive que sair e voltei agora às 10 da noite.
Hoje de noite, eu também vi o rapaz que vai consertar o notebook. Ele falou que ficaria pronto na sexta passada, mas não deu certo e ele prometeu que essa semana estaria pronto. Até agora não tivemos nenhum parecer. Eu também não perguntei nada, não sou de ficar pegando no pé. Pois eu sou o tipo de pessoa que quando promete algo, eu faço de tudo para cumprir e quando eu não cumpro, eu fico envergonhada. Mas cada pessoa é diferente. Mas vai dar certo! É só esperar que as bênçãos estarão batendo na porta outra vez.

Mas voltando ao meu 007, ele não larga a malvada da chupeta. É o dia todoooo. Confesso que não gosto porque depois vai ser difícil tirar. Eu tento esconder dele quando ele sozinho mesmo deixa ela de lado. Tenho que ser esperta.
Lembram que eu falei do desmame? Pois não rolou naqueles dias. Não foi por falta de vontade ou esforço. Foi pelas circuntâncias mesmo.
Meu amado marido estava no quintal com o Pedro e o Pedro estava com a chupeta AZUL. Meu marido conseguiu deixar o menino perder a chupeta. Então fui procurar a outra chupeta - a transparente - e ela tinha sumido. Àquela hora o Pedrinho já estava inconsolável por causa do sono. E eu, a salvadora, o que tive que fazer? Pois é, tive que "quebrar" o desmame ;(
Mas hoje, estamos há três dias com o desmame de volta. E dessa vez é para valer!
Bem, por enquanto eu acho que é isso. O próximo post, eu vou falar sobre a consulta de 1 ano da Pediatra. Já falei que trocamos de pediatra?!? Pois bem, fica pro próximo post...
Beijos nossos!

Ps: pena que pelo tablet não dá para colocar legenda nas fotos.

2 de julho de 2013

Voltei!!!

Mas já aviso que vou sumir de novo. Meu notebook quebrou. Ele não resistiu ao caso dele de amor e ódio com o Pedrinho e um belo dia quando eu mais precisei dele, o danado quebrou. Perdi bastante coisa dele pois queimou o HD. Fiquei arrasada, mas é a vida...
Bem, tenho tanta coisa para contar, mas não tenho tempo.
Estou com um Tablet em casa, mas eu não consigo postar nada. Consigo só escrever o título do post e quando vou escrever o post, eu não consigo.
Por enquanto, não estou podendo comprar um notebook novo e estamos tentando comprar algum HD usado para substituir. Faz umas três semanas que estamos nessa e nada.
Já estou em busca de emprego. Já fiz duas entrevistas e nada. Acho que por ter 25 anos e 1 filho assusta as empresas. Mas o que é meu está guardado. Por enquanto só mandei currículo pela net, qualquer dia vou sair para entregas nas agências mesmo. Espero ter respostas positivas logo, porque além de estar meio depre por estar em casa, estou louca para me socializar de novo.
A festa de aniversário do Pedrinho foi uma loucura. Não consegui tirar fotos acreditam? Eu nem comi! kkkkkkkkkkkkk
Tive que dar atenção aos convidados e eu não parei a festa toda....
Depois volto para contar. Digo a vocês que valeu cada centavo que gastei e faria tudo de novo.
Por enquanto estamos nós dois em casa passando o tempo com diversão e muitos Páraaaaaaa Pedrooooooo!
Porque o Pedrinho não pára!!! E depois que ele completou um ano, ele conseguiu aprender tantas coisas. Está praticamente com 1 ano de pura semvergonhice!!!!
#Amodemais!!!
E como eu estou aqui sem muito assunto pronto porque eu estou escrevendo de surpresa, vou deixar algumas fotinhos do meu bebê mais precioso!!!!
Ah! Como vou ficar longe daqui por enquanto, quem quiser sinta-se a vontade de me add lá no facebook para ter notícias do Pedrinho!!!
https://www.facebook.com/gislene.domingos.7
Beijoossss
Vamos lavar roupa?


A história de Pedro e Mamãe

A história de Pedro e Mamãe