20 de janeiro de 2014

1 ano e sete meses

Momento de brincar! E as minhas plantas lá no fundo da primeira foto!
Um hobby meu! Depois venho contar mais sobre ele...
Meninas, vou acabar ficando louca!!! 
Sai do emprego. Vou ficar sossegada na minha e só vou deixar o meu filho se for para algo que valha a pena. 
Por enquanto estou em casa. Somos eu, o Pedro e a minha mãe!
E essa rotina me faz ter vontade de sair correndo para trabalhar. 
Eu sempre fui uma pessoa de pouca conversa. E minha mãe conversa demais! Ela me conta mil causos dez vezes por dia.
Conta de histórias de vizinhos dela que eu nem conheço.
Fala de crianças que ela cuidou que eu nem sei quem são.
Fala coisas que não me interessam!
Lava roupa todos os dias! (aiiiiii minha conta de água e energia)
É solitária!
Fala mil vezes da minha irmã que mora com ela!
às vezes me dá vontade de colocar ela no primeiro avião! (por ela falar tanto de minha irmã)
Eu fico escutando a novela com um ouvido e o outro é pra escutar minha mãe contar novamente alguma coisa que ela me contou antes do filho da vizinha dela que tem 3 anos e que só mama e que a mãe não dá comida e que ela teve um sonhou que a criança foi atropelada e falou pra mãe do menino e que no outro dia ela sonhou de novo com o menino, mas dessa vez ela sonhou que o menino se afogava no tanque que ele não alcançava, mas que ele tem um irmão mais velho que era perverso e blá blá blá (ela começa a falar do irmão mais velho do menino) e que é esse irmão mais velho do menino que tenta afogar o menino no tanque. Ai depois ela conta de outra menina que ela tomou conta........ Ai eu já fico no automático!

O que eu quero?: Sossego!!!

Já perdi o controle do Pedro, pois ele está muito rebelde, teimoso e egoísta!
Culpa da minha mãe? Em parte sim. Ela tem mimado muito ele... E a outra parte é fase!
Estávamos indo tão bem. O Pedro era tão bonzinho!
Me sinto uma péssima mãe agora. Pois o Pedro se joga no chão, faz manha, faz bico e minha mãe dá motivos pro guri só ir disso pra pior.
O que eu faço?!?

Nada da creche começar, pois se a creche começar, vou poder liberar minha mãe. Deram o prazo de começar só em abril. (será que é mentira?)
Amanhã (mais tarde), vou fazer o exame demissional da empresa. Mas já comecei a mandar currículo. Mas agora estou mais tranquila. As contas me apavoram! Fomos ao mercado sábado comprar algumas coisas para casa e lá ficaram quase R$ 200,00. E foram somente verduras, carnes e lanches para a semana. 
Como tudo está caro. Me assustei! 
A cada dia tenho menos desejo de ter outro filho. Sério gente. Primeiro porque o Pedro tem crescido na velocidade da luz, logo estará com dois anos. 

Eu ainda me sinto horrorosa, minha auto-estima tá bem abalada. Tô com a barriga de balão, meu rosto ainda tem manchas de espinhas, meu rosto está gordo, meus seios estão grandes. Aff! Quero meu outro corpo de volta!
Está difícil perder peso. Fico pensando em fazer regime, mas vou tirar o quê da minha rotina alimentar? Só como coisas saudáveis, não comemos frituras, lanches nem nada. Comemos verduras, saladas, legumes. Eu não faço lanches, raramente tomo café da manhã. Como pouco e essa gordura não sai de mim. Aff! Com tanto calor aqui e eu aqui fantasiada de baleia. 

E enquanto eu não voltar a trabalhar, a academia não vai rolar. Vamos combinar que as prioridades são outras né?

Tenho nem coragem de pôr foto no facebook. Me sinto bonita olhando pro espelho, mas quando tiro uma foto eu me sinto horrorosa. Nem com photoshop!
Pensando em malhar em casa. Alguma sugestão? Antes que eu vire uma vaca MALHADA!


O Pedro tem se desenvolvido super bem. Tá bem falante. O vocabulário dele está bem extenso. Hoje fomos a um lago que tem na prefeitura ver os patos. Mas a atração foram os peixes que tem nesse lago. E hoje ele já aprendeu mais uma palavra: PEIXE!
Não queria saber de mais nada. Só queria ver o peixes.
Fala 
ÁGUA
XUCO (suco)
É MEU (lado egoísta)
SAI
NÃO
SIM
VIÃO (AVIÃO)
CAO (CARRO)
SOBI (SUBIR)
ABI (ABRE)
DESCE (DESCE)
QUERO
MAIS
PEPATA (CHUPETA)

São tantas outras palavras. Essas são somente algumas que lembro agora. Estamos numa fase bem difícil de ciúmes e teimosia. Mas vamos ensinando como podemos.
E eu? Já não aguento trabalhar em lugares que não me sinto bem. Quero algo "pra sempre" sabe? Nada de ficar por ficar. Quero trabalhar em algum lugar que me dê estabilidade e que me dê motivos para acordar no outro dia.
Mas vamos andando com fé. É só esperar no Senhor porque só Ele é o mestre e sabe de todas as coisas.
Essa semana (provavelmente) vou conquistar uma das minhas metas para 2014!
Quando acontecer, venho aqui para contar! 

*Enquanto estiver em casa, venho atualizar algumas coisas sobre o final do ano e outras coisinhas mais!

Beijos



A história de Pedro e Mamãe

A história de Pedro e Mamãe